Lajedinho terá novos prédios públicos e 231 novas unidades residenciais

22 de mai de 2014


O governador Jaques Wagner assinou, na manhã desta quinta-feira (22), no município de Lajedinho, localizado região da Chapada Diamantina, uma ordem de serviço para recuperação de prédios públicos e uma carta de intenção para construção de 231 residências, além de autorizar um convênio para pavimentação da cidade em paralelepípedo.


Lajedinho foi devastada por um temporal em dezembro de 2013, que provocou a morte de 17 pessoas, deixou 200 famílias desabrigadas e 600 desalojadas.


Foi disponibilizado um orçamento de R$ 2,9 milhões para as obras de pavimentação e reforma das sedes da prefeitura municipal, biblioteca pública, Infocentro, Centro de Referência de Assistência Social e mercado municipal. As 231 residências serão construídas através do programa Minha Casa, Minha Vida.


De acordo com o prefeito de Lajedinho, Antônio Mário Lima, menos de um ano após o temporal, a rotina da cidade está voltando ao normal. "Não há mais desabrigados. Conseguimos alugar 60 imóveis, algumas famílias estão em casas de parentes, e outras permaneceram em casa que foram parcialmente atingidas, mas que não representam riscos", disse o prefeito.
O gestor revela também que um projeto de ampliação do canal de escoamento da água, localizado na parte baixa da cidade, será enviado para Brasília em breve. "O canal hoje tem três metros de largura e o projeto vai ampliá-lo para 20 metros, para que, caso volte a acontecer um evento daquela proporção, não venha atingir ninguém", afirmou.


Antônio Mário Lima revela que 60 das 231 unidades do Minha Casa, Minha Vida estão previstas para ser entregues em dezembro deste ano. As outras ainda não possuem previsão de conclusão. "A pavimentação terá processo de licitaçãoo aberto em breve e, caso tudo corra na normalidade, a ordem de serviço sai em cerca de 45 dias. Já as obras de reforma dos prédio públicos já começam na próxima segunda-feira (26)", conta.

Temporal

Um temporal causou destruição e mortes, na noite de 7 de dezmebro de 2013, no município de Lajedinho. De acordo com a Defesa Civil, choveu na cidade, em 2 horas, cerca de 120mm. Aproximadamente cerca de 90% do comércio de Lajedinho foi destruído. O imóvel da Prefeitura de Lajedinho também foi atingido pela enxurrada, diversos equipamentos e documentos foram destruídos. A sede da Assistência Social também foi afetada.


O vice-governador do estado, Otto Alencar, esteve na cidade e afirmou que o cenário era de muita destruição. "Houve uma tromba d'água, que começou 11h da noite e foi até 1h30 da manhã. Choveu 120mm. O solo estava completamente descoberto por causa da seca", afirmou.


De acordo com o professor Eliude Carvalho da Silva, morador de Lajedinho há 17 anos, a cidade fica em uma região de vale. "Fica em uma baixada. Isso [alagamento] já aconteceu no ano passado. A chuva foi muito forte, e associado a essa chuva, vem trazendo mato da cabeceira do rio", conta.

Fonte: G1-BA

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

 
Copyright © -2012 .:: PORTAL DE SERROLÂNDIA ::. All Rights Reserved | Template Design by Favorite Blogger Templates | Blogger Tips and Tricks